Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog Bestialmente Conhecido

Ora pois então diz que é dia do pai outra vez!

(acontece todos oa anos né?! Ca giro pá!)

 

Ora chegámos aquele dia em que as lojas de bugigangas se enchem de coisas em tom azul (porque o dia da mãe toda a gente sabe que é em tons rosa) com aventais de frases engraçadas e almofadas com a foto da cria. Chocolates e charutos. Nas escolas os putos passaram a semana a preparar um pesente para oferecer ao seu progenitor.

 

Hoje é dia do pai e vamos dar ouvidos a duas fações:

  1. Dia do pai é todos os dias não é só hoje! (bla-bla-bla tão blasé e mais do que ouvido sinhores e sinhoras)
  2. É uma data bonita que nos lembra que devemos celebrar os nossos pais enquanto os temos.

 

Eu digo que ser pai é todos os dias e que é giro ter uma data para os celebrar. Tenho contudo uma sugestão a fazer, para bem dos pais, dos filhos e das mães que têm de ajudar os filhos a celebrar com os pais o dia do pai:

O dia do pai deve começar a ser como a Páscoa, num “x” domingo de um mês. Pode ser março, desde que não caia em cima da Páscoa. Porque dia do pai à segunda é uma coisa mais difícil. Passo a explicar:

Uma pessoa acorda cedo, tem de ir trabalhar, a criança tem mau acordar, quer ir ao penico, quer beber o seu leite, tem de se calçar e seguir para os avós, está a chover – a potes, a fila de transito já está no Fogueteiro, e a pessoa não consegue engendrar nada pela manhã porque antes das 10 é cedo demais para os neurónios.

Boa!

Ao domingo a coisa dá-se com outra graça, outro compasso e o pai e o filho podem sempre aproveitar para ter algum tempo one-on-one (e se tudo correr bem até podem ir ter algum desse tempo de qualidade para o jardim enquanto a mãe se enfia na banheira a tomar um banho de imersão, ou enquanto se senta a ver uma serie cómica com um saco de pipocas sem estar em sobressalto porque a criança está quase a acordar da sesta).

 

Dito isto, venho botar a minha celebração de dia do Pai aqui nesta tabanca, até porque blog que é blog que se preze tem de ter alguma coisa para dizer nestas datas. E eu não sou nenhuma info excluída – quê-que-pensam?!

 

Vai dai e decidi fazer uma compilação das frases mais doces que um pai pode ouvir. Cá vai alho:

(frases recolhidas com uma amostra de uma criança que, por acaso, partilha a mesma morada fiscal que eu)

 

Pai, esse lugar não é de ti! É da mãe! (esta foi esta manhã)

Pai, vai estender a roupa…e leva o Ghandi contigo! (esta foi ontem)

Pai, a mamã chegou, vai aspirar a casa… (esta foi a semana passada)

Pai, pai, pai, pai, pai, pai…. (todas as noites)

Quero leitinho, pai, vai buscar (5 em casa 7 noites, média)

Mãe, eu e o pai fizemos este camiõn (esta foi ontem)

Mãe, dei um abraço ao pai e um beijinho…(esta foi no sábado)

Pai, olha o tamanho do meu cocó…parece um castelo (esta foi a semana passada)

 

Ser pai é rir com as frases tolas. Ser pai é saber que a mãe às vezes é o mimo que falta, e isso não tem mal. Ser pai é não ficar em stress quando a mãe é histérica. Ser pai é entrar na sala de partos para instalar a calma. Ser pai é preparar o biberão às 4 da manhã…todas as noites (ou quase). Ser pai é ficar a lavar a loiça para que a mãe e o filho tenham um pedaço de tempo para brincar juntos (afinal de contas em casa tem de haver um adulto). Ser pai é levantar-se 3 vezes durante a noite para tapar o filho, é leva-lo para a cama à quarta vez que se levanta. É aparecer no quarto com o filho, o boneco do filho, a almofada garrida, tudo no breu da noite, iluminado pela luz de presença e sem os óculos que não teve tempo de pôr. É deitar o puto a meio da cama e ficar com o espaço mais pequeno. Quase com a cramalheira no chão. Ser pai é dar conselhos. É dizer que não é preciso ir com a criança às urgências porque ela bateu com a cabeça e a mãe insiste que é melhor fazer um TAC. Ser pai é verter uma lágrima sempre que se lembra do dia em que o filho nasceu. É ter a voz embargada quando ouve na rádio as histórias dos outros pais. Sabendo-se a caminho de um dia de labuta pela frente. Ser pai é fazer o melhor pela cria, mesmo quando lhe dói. Ser pai é tudo o que o pai do meu filho é. Porque é este pai que faz de mim a melhor mãe. Porque é o melhor pai do melhor filho.

 

Para todos os pais que são pais de mangas arregaçadas. Para os que hoje passam os dias com os filhos, e para os que estão longe mas têm o coração perto. Ser pai é ser todos os dias, mas é bonito que num dia desdes trezentos e tal que compõem o ano, se tirem 24 horas para celebrar estes seres tão especiais.

 

Feliz dia do pai!

 

dia do pai.gif