Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog Bestialmente Conhecido

As senhoras que ajudam as maminhas

Há p'aí 4 anos que compro praticamente toda a minha roupa interior (partes de cima, que as de baixo são da primark ou da feira) na mesma loja. Um espaço especializado que vende roupinha adaptada a pessoas que têm mais do que pediram a Deus e depois não acompanham o material com um par de costas adequado.

No meu caso nem com anos de natação.

Vai daí que, de quando em vez lá tenho de ir ao castigo.

E é um castigo porque uma pessoa larga três dígitos em menos de nada e ainda por cima com uma coisa que nem se vê (arrelia o gene tuga de múltiplas maneiras).

Pois que as senhoras têm uma serie de instruções de como devemos tratar os para-quedas caros, de como os devemos lavar, de como devemos vestir, de como devemos estender, do detergente que devemos usar, e berrébeubeu pardais ao ninho. Dizem também que a cada 6 meses deve ser reavaliado o material para perceber se ainda está adequado ao corpo da pessoa e se ainda está em boas condições de utilização.

Enfim, quase parece que é falamos do gremlin do vestuário, com tanta panasquice no trato. Aí que não phodes usar água quente, aí que se me arrreliam as matérias se usas amaciador, aí que as fipheras até se me ficam arrepanhadas se me espetas na máquina.

É um suplicio, parece que estou a tomar conta de um nenúfar.

Depois de ter estado grávida caguei para aquilo, tive de comprar tantos números diferentes em menos de um ano que não percebia o gasto face ao trabalho. Para além disso, aquilo estraga-se na mesma, de outra forma iam á falência.

A semana passada fui arrebentar com mais três dígitos. Entro sempre confiante que só compro um, acabo por experimentar mais de 10, e redundo a perceber que preciso de pelo menos 2 para o dia a dia.

Ja ia em 108 € quando a moça me vem com a conversa do detergente especial.

(eu sei, eu sei, está a fazer o trabalho dela. mas eu também estava a fazer o meu: o de proteger o recheio da minha carteira).

Expliquei:

- Eu já conheço, acredito que seja fantástico, até já comprei. Não dei pela diferente, a não ser no preço...pelo que, deixe estar.

E a moça percebeu, então disse:

- Dessa forma evite apenas colocar na máquina, que danifica.

 

E eu, por enquanto que ainda sinto a facada na carteira lá os lavo à mão, só com detergente e água fria. Lá os estendo sem os torcer.

Por enquanto.

 

(na próxima encarnação quero ser mais parecida com a minha mãe no feitio e mais parecida com o meu pai no físico. diz que acabo a poupar uma coroas)

 

  • 2 comentários

    Comentar post