Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog Bestialmente Conhecido

Podem chamar-me obsessivo-compulsiva

De manhã acordo, vou à casa de banho em modo sonâmbulo e faço aquilo que mais ninguém pode fazer por mim.

Depois sigo para a cozinha para tomar o pequeno almoço. Tendo tensão arterial tão baixa, ir trabalhar sem pequeno almoço é meio caminho andado para ficar pregada ao chão em menos de nada.

Se o pequeno almoço for iogurte...

Ponho primeiro o iogurte.

Depois as bagas de Goji.

Depois as pevides.

Depois as nozes da macadamia.

Depois, mesmo quando me estiver a sentar para garantir que não ficam moles, os cereais de arroz tufado.

Tem de ser nesta ordem.

É a ordem que faz sentido na minha cabeça.

 

Mas às vezes o pequeno almoço são panquecas com um batido. Nesse caso....

As panquecas são colocadas viradas para cima. Sempre.

São aquecidas por 50 segundos no microondas (deixo-as feitas de um dia para o outro).

Na liquidificadora vai primeiro a banana.

Depois os frutos vermelhos ou a manga.

A seguir a bebida vegetal.

Sempre nesta ordem.

 

Antes de sair de casa confirmo a máquina do café, a tomada tripla da sala, a tomada tripla da net, a tomada tripla dos computadores, o gás, as luzes.

 

Antes de me deitar confirmo as voltas da chave na porta, confirmo que o gás está desligado (mesmo que não tenhamos estado a cozinhar) e faço sempre um controlo complementar para garantir que o Nuno também viu...porque eu posso ter visto mal.

 

Uma colega de trabalho sugeriu que comprássemos um edredon elétrico, tinha funcionado muito bem com ela. Disse logo que estava fora de questão, eu desligo tudo o que é elétrico antes de dormir, não faria efeito...

 

Hoje fui jantar ao Vitaminas. Como é habito pedi uma salada com 5 ingredientes e escolhi o que me apetecia. A senhora, em vez de pôr a base no prato, espetou com aquilo numa taça de metal. Quando acabei de dizer os ingredientes pespegou com eles na taça, adicionou o molho e mexeu aquilo tudo.

Fiquei horrorizada e sem fome.

EU É QUE MEXO A MINHA MASSA!

Gosto que me ponham a passa no fundo do prato, que disponham os ingredientes sem se tocarem muito e eu, enquanto como vou envolvendo à minha maneira.

O jantar nem me soube devidamente.

 

Tentei compensar a minha frustração comprando uns ténis novos, mas, como sou uma pessoa afortunada, logo hoje que não tenho o nazi financeiro para reprimir os meus gastos, calhei a gostar dos únicos ténis que não havia no meu número.

Ou seja, amanhã vou estar mais umas poucas de horas de pé, a falar, com os pés a gritar de dor, porque os sapatos que escolhi trazer me estão a dar cabo dos membros inferiores.

 

  • 6 comentários

    Comentar post