Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog Bestialmente Conhecido

Dia da mãe é quando os filhos querem

O dia da mãe não é quando o homem quer, nem mesmo quando a mulher quer. O dia da mãe é quando o filho quer.

Quando o filho, porque ama a mãe que lhe calhou, acha que ela merece um dia especial.

 

Esta semana começou com o dia do pai; um desenho na biblioteca, uma surpresa, uma espécie de presente. Um dia especial para dizer ao pai o quanto ele vale. Muito.

Ontem, ao final do dia, sentou-se na cadeira da cozinha. Apanhou gosto por me ajudar a fazer tarefas de cozinha, acho que o tempo que tenho é tão pouco que ele começou a aprender a olhar para as tarefas domésticas, aquelas que um dia, adulto, irá detestar, rogar pragas; passou a considera-las brincadeiras de que faz parte.

Ajuda-me com o jantar, tarefas simples, sentado na cadeira da cozinha, afastado do lume e do forno, ajuda a pesar as farinhas, a pôr o queijo nos folhados, a perguntar qual o ingrediente seguinte.

Assim a mãe não se esquece de nada da receita.

Tínhamos acabado de preparar os folhados para o jantar, ele brincava com os carrinhos novos que deslizavam em cima da mesa, nas suas pistas imaginárias, competiam uns com os outros; eu acabava de lavar a loiça velha da manhã. Ele estacou a olhar para mim e disse:

- Sabes de uma coisa mãe? Hoje é dia da mãe.

- Aí sim filho?!

- Sim, e vais ganhar uma shupeja.

Pedi-lhe um beijo. Ele não sabe mas eu já tinha ganho a minha surpresa.

Esta semana foi dia do pai, e na sua pequena cabecinha fez todo o sentido que também haja o dia da mãe. Afinal de contas ama os dois e ninguém fica de fora.

 

mommy.gif