Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog Bestialmente Conhecido

TOP de cenas que encontro sempre nos bolsos dos meus casacos

Decidi hoje pegar num tema fraturante da sociedade em particular e da minha pessoa no geral com especial enfoque nos meu casacos (respira que esta foi à Saramago, nem ponta de virgula).

Desta feita, após dizer um agrupamento simpático de obscenidades depois mandar as mãos aos bolsos, decidi identificar o TOP de cenas nhec que mantenho nos espaços de arrumação têxtil que são colocados à minha disposição.

 

Sem mais delongas....

 

(tambores)

 

1. Lenços de papel

Usados, novos, reutilizados. Um nojo, eu sei. Mas é verdade. Se houver mais casos estou a pensar criar os Lenços de papel reutilizados anónimos, porque nunca se sabe quando é que uma pessoa não fica com gripe por conta de uma bactéria antiga, o que vale é que uma vez com ela (a gripe) a ‘ssoa fica com uma espécie de antivírus. Perceberam, antivírus. Bué erudito…adiante.

 

2. Papeis de conta

Faturas, talões de troca, uns novos, outros já sem cor. Dei conta que tinha agora a fatura, que também é garantia da torradeira velha que pifou no inverno passado. Deu um jeitaço agora. Ah, e talões de saldo MB, daqueles que se tiram só a partir de dia 15, que é quando uma pessoa ainda tem mês mas já mal tem guito.

 

3. Sacos de apanhar cocós de cães

Eles têm de ir à rua. Os cães. Os sacos que sobram ficam nos bolsos. Se servissem para apanhar a merda que ouço às vezes, ui, não me chegavam 3 rolos. Basta ir para a fila do supermercado.

 

4. Migalhas

Pilhas de migalhas. De bolachas. De pão. De biscoitos. You name it. Em resumo, restos da comida do filho (uma pessoa quando tem filhos pequenos pode sempre botar as culpas na criança, tudo é por conta da criança). O mal das cabras das migalhas é que uma pessoa mete a mão ao bolso, assim à cunfia, e odespois fica com as putas das migalhas debaixo das unhas e aquilo faz uma impressão do catano. Até se me arrepio toda caraças!

 

5. Carrinhos

Sim. Carrinhos. Por conta da pessoa ser mãe. Só.

 

(quando era nova, solteira, sem filhos e sem contas para pagar, lá descobria de quando em vez uma notita de 5 paus, mas isso já só são memórias do passado, muamuamua )

 

E por esse mar de gente conversadora afora, há gente que sofre destes malefícios? Hummmm?

 

 

Gostaram deste post? Favoritem!  Têm coisas para dizer? Comentem!  Acham que era giro para outros lerem? Partilhem! 

 

  • 4 comentários

    Comentar post